15.4.08

Poetas representativos do Manyoshu - análise de poemas



Yuryako Tenno

O primeiro poema da antologia é escrito pelo imperador Yuryako, conhecido por ser um imperador cruel e poderoso. O poema é um shoka mas ainda sem ritmo 5-7-5 e sem forma estabelecida, apesar de apresentar características dominantes do Shoka como preparação-conclusão e paralelismo e sentimento de simplicidade.

Neste poema (456-79)

With a basket,
A pretty basket,
And a trowel,
A pretty trowel in hand,
Here on this hillside
Gathering herbs: young one,
I would hear your home –
Come, tell me your name!
In the sky-seen
Land of Yamato
Over the yielding realm
It is I who rule:
I, you may be sure,
Shall tell you
My home and my name.

日本と名前 – pedir o nome tem o mesmo significado de “pedir em casamento”
O cesto que a rapariga transporta é típico de uma Miko – sacerdotisa xintoísta.
Em termos filosóficos, o nome é a verdadeira existência.
Acreditavam no poder da palavra. As coisas são palavras / as palavras são coisas.
A esta filosofia dá-se o nome de “kotobama”. (ver caracter)
Neste poema ele pode soar arrogante mas também cómico, tem dois sentidos.
Talvez tenha sido colocado em primeiro lugar por falar de uma faceta humana do sangrento imperador.
Por um lado o imperador é mais humano (paixão) mas por outro considera-se um Deus (tem o direito a dominar).
Sofre de influência chinesa no conceito de pertença a uma autoridade: o poema pertencia a uma autoridade e não ao povo.


Príncipe Shotoku (574-621)

O sobrinho da imperatriz Suiko é uma figura política mítica, conhecida pelos seus feitos.
Numa excursão para Takahara, o príncipe vê um homem morto e isso fornece-lhe o tópico do seguinte poema:

He who if at home,
Would be pillowed on the arm
Of his own dear love,
On a journey, grass for pillow,
Here lies sprawled, poor traveller!

Neste poema, pillow, ou almofada, escrevem-se em japonês くさまくら。Sempre que aparece esta palavra (kusamakura) sabemos que a seguir vem a palavra 旅(たび) – viajante.
Esta situação verifica-se ao longo de vários poemas desta época até que se constituiu como uma figura de estilo própria que tem o nome de まくらことば。
Há inclusivamente palavras que sempre antecedem outras e cujo significado se desconhece. Exemplo:

めばだもの ・夜
ちはやぶる ・神



大伴家持
Otomo no Yakamochi (718-85);

Otomo no yakamochi é o ultimo tradutor da antologia e a sua poesa é marcada por uma fase nitidamente transitória, mais retórica e mais técnica.

Lady Kasa

Lady Kasa é uma poetisa que escreve muitos poemas de amor sobre forma de Tanka direccionados a Otomo no Yakamochi – aspecto comunicativo do tanka.

Look at this keepscape (katami)
And remember me, my love;
All the gem-bright year, (あたらまの年)
Long as its thread of shining days,
I too shall think of you.

Neste poema, katami significa a recordação de um morto.
Talvez porque o amor que Lady kasa sente por Yakamochi tem o seu passado, a sua história mas também questiona o projecto futuro de ambos.
あたらまの年 é uma makura kotoba.


_________________________

Bibliografia
CARTER, Steven (tradutor), Traditional Japanese Poetry: An Anthology, Stanford University Press (April 1, 1993)
UDA (compilador), The Kokin Wakashū (古今和歌集, Kokin Wakashū?) (r. 887–897)
YAKAMOSHI NO, Ōtomo (compilador), Manyōshū (万葉集, man'yōshū), (759)



Sara F. Costa

1 comment:

EDUARDO said...

gostei desta viagem!!